“Vontade de chorar.”

Ando pensado muito. Pensando na vida, nas mudanças, na minha vida social, em você.
Pensando bem, foi bom até aqui tudo o que aconteceu. A vida ela é cheia de surpresinhas, horas ela te surpreende, outro momento ela te alegra, e outros te entristece.
Até aqui, eu aprendi muito, evolui muito. Não ligo, se as pessoas zombam, apontam meus defeitos, falam de mim.. eu acredito em mim, eu confio em mim, não preciso de pessoas que ficam no meu ouvido me paparicando, ser rodeada de amigos, ser a mais bonita da classe. De certa forma isso pode até me magoar, mas eu paro e penso em tudo sabe? Eu já cheguei a chorar, por isso.. sei lá, elas tem tudo o que eu queria ter. Corpo, rosto bonito, ser rodeada de amigos(as). Elas são todas vaidosas, se maqueiam, se arrumam logo de manhã, usam roupas legais, tem amigos. Eu não. Me sinto impotente olhando, e convivendo todos os dias com elas, isso me chateia de certa forma sabe? Eu sinto vontade de chorar..

“Eu odeio pensar na hipótese de te perder .”
“Estamos longe mas a distância não é problema, porque a cada dia estamos mais juntos do que nunca, parece loucura ter assunto o dia todo? Mas com a gente é assim porque um vê o outro em tudo, e nem sabemos explicar, me pego rindo em todos os lugares com o meu pensamento em você, em uma conversa jogada fora, uma historia ou apenas um momento e assim que acontece … hoje os planetas se alinham meu planeta Marte estará mais próximo da sua Lua , então quem sabe poderemos nos tocar.”
“As vezes estar longe faz com que o coração se apegue ainda mais.”
Mateus Yoshitani.  (via desmemoriz4r)

(via aah-loirinha)

“Eu não preciso de muita coisa. Para ser sincera, ultimamente só preciso de um abraço bem forte, daqueles que protege, que te faz sentir segura.”
Fernanda Gomes.            (via somos-infinitos)

(via smallxsilly)

“Já feriram muito meu coração, hoje sei o quanto dói e aprendi a não ferir o de ninguém.”
“As vezes dá aquela saudade do ex-namorado .. Estranho.”

Q

Anônimo asked:

vc é muito depressiva!

A

culpa minha? não é.   

25/03/2014

Ontem gastei todo o meu dinheiro e comprei um terreno em Marte. Eis a foto, cedida pela NASA, do meu pedaço de felicidade. Sem gente, sem bicho, sem planta, sem carro, sem computador. Eu e a imaginação vamos morar no vazio.

No infinito. Pretendo não manter mais contato com os tolos, nem com os que habitam minha mente em memórias de estúpidos convívios do passado. Adeus.

“Te amarei de Janeiro à Janeiro até o mundo acabar ..”

   Como sempre.. aqui.. viajando na música popular brasileira .

“Gostaria de gritar: “Me deixem em paz, deixem que eu tenha pelo menos uma noite sem chorar até dormir com os olhos ardendo e a cabeça latejando. Deixem que eu vá embora, embora de tudo, embora deste mundo!” Mas não posso fazer isso. Não posso deixar que eles vejam minhas dúvidas, nem feridas que me causaram.”
O Diário de Anne Frank.   (via rejuvenescedor)

(via noitesdebobeira)